A primeira instituição financeira cooperativa do Brasil

Sicredi
02 / 06 / 2016

Refugiados da Segunda Guerra enviam cartas para crianças sírias refugiadas

Todas cartas enviadas estão disponíveis para leitura no site do projeto Letters of Hope

Setenta anos é que o separa a história de um grupo de refugiados da Segunda Guerra Mundial, que hoje vivem nos Estados Unidos, da trajetória das crianças sírias, que estão refugiadas principalmente em países da Ásia e da Europa. Mas, acima de tudo, a experiência de ir embora da própria terra e lutar pela sobrevivência une essas gerações.

Para aproximar as vivências e dar esperança às crianças sírias, o grupo humanitário CARE, que auxiliou os refugiados da Segunda Guerra, percebeu que as experiências entre as duas gerações poderiam ser compartilhadas. Para isso, criou o projeto Letters of Hope (Cartas de Esperança), que promove a troca de correspondência entre os dois grupos. Junto com as cartas, são enviados presentes simbólicos aos refugiados.

Muitas das histórias dos depoimentos se cruzam, como no caso do médico Joe Wernicke, de 67 anos, que escreveu para Shadi, um menino de 12 anos que quer estudar Medicina. “Agora pode parecer que você nunca chegará à escola para se tornar um médico. Mas continue trabalhando nisso e as coisas podem acontecer. Eu sei, porque me tornei médico”, afirmou Joe.

Outro contato foi entre Gunter Nitsch, de 78 anos, que nasceu na Prússia e vive em Chicago desde a Segunda Guerra Mundial. Ele escreveu ao menino sírio Zaher, de oito anos, que leu o depoimento acompanhado da família, que atualmente vive na Jordânia. Em um dos trechos, Gunter afirma que “não importa o quão ruins as coisas possam parecer, há boas pessoas no mundo que podem fazer tudo melhor”.

Todas cartas enviadas estão disponíveis para leitura no site da Letters of Hope. O projeto também possibilita que qualquer pessoa escreva uma mensagem aos refugiados sírios. Os depoimentos selecionados serão traduzidos ao árabe e transmitidos às crianças refugiadas.

Confira o vídeo:

Crédito das fotografias: Carey Wagner/CARE

 

Tags:
ATOS DE GENTILEZA
SOLIDARIEDADE E COLABORAÇÃO
VOLUNTARIADO
INSPIRAÇÃO
CIBERATIVISMO
COOPERAÇÃO NA WEB
CIDADANIA
comments powered by Disqus