Sua vida já é cooperativa. Só falta sua vida financeira.

Sicredi
07 / 02 / 2013

Dedicando a vida a uma causa

Esta é a história de uma mulher que se dedica à disseminação de informações sobre a endometriose e à luta para que esse mal ainda sem cura seja reconhecido como uma doença social.

De 10% a 15% das mulheres em idade fértil sofrem de endometriose. Mas a grande maioria das pessoas não sabe disso, e tampouco conhece a endometriose. É o caso da jornalista Caroline Salazar, que percorreu um difícil caminho até descobrir a causa das dores intensas que sentia. Preocupada com a falta de informação sobre a doença, Caroline agora se dedica a compartilhar com as mulheres do mundo todo o que aprendeu sobre a endometriose, além de lutar para que esse mal ainda sem cura seja reconhecido como uma doença social e suas portadoras recebam tratamento digno.

A endometriose ocorre quando as células do endométrio (o tecido que reveste a parte interna do útero) se instalam fora do útero. Além de causar infertilidade, traz dores intensas que afetam significativamente o dia a dia das portadoras. Caroline estima que 15 milhões de mulheres brasileiras tenham a doença, e o pior é que muitas delas nem fazem ideia disso.

Através do blog A Endometriose e Eu, Caroline conta como foi a descoberta e o tratamento da doença. Em parceira com um especialista, também traz informações detalhadas para ajudar a população a entendê-la. Aos poucos, foi conquistando leitoras não só do Brasil, mas do mundo todo.

“Quando comecei com ele [o blog], há quase 3 anos, como um diário, jamais imaginei que alguém poderia lê-lo e se identificar com tudo que era retratado aqui. E nem em sonho passava pela minha cabeça, que este cantinho, um dia se tornaria o blog mais lido do mundo sobre endometriose” , relata em um de seus posts. 

O reconhecimento pelo seu trabalho de disseminar a informação em defesa de uma causa e de criar uma rede de apoio rendeu bons frutos. “Já recebi telefonema do Japão para me agradecer pelo blog, para falar 'você salvou a minha vida'”, relata na entrevista feita ao programa Hoje em Dia, da TV Record. Além disso, o blog A Endometriose e Eu foi o vencedor da categoria Saúde Pessoal no Prêmio Top Blog 2012.

Outros dois importantes projetos de Caroline é o cadastro nacional de portadoras de endometriose, atualmente com mais de 800 inscritas, e o recolhimento de 1 milhão de assinaturas para uma petição pública, que será entregue à presidente: “Meu objetivo é conseguir uma audiência com a presidente Dilma Rousseff e lutar para que o governo reconheça a endometriose como uma doença social, concedendo tratamento e benefícios legais às portadoras”, declarou para a revista Women’s Health Brasil.
 

Tags:
SOLIDARIEDADE E COLABORAÇÃO
INSPIRAÇÃO
comments powered by Disqus