A primeira instituição financeira cooperativa do Brasil

Sicredi
13 / 09 / 2012

Como um game pode ajudar a superar doenças?

Perder peso, parar de fumar, se recuperar de lesões. SuperBetter é um jogo distribuído gratuitamente que ajuda a aprimorar o estado de saúde das pessoas.

“Somos melhores em games do que na vida real”. A declaração contundente da game designer norte-americana Jane McGonigal pode causar espanto em um primeiro momento. Após anos de pesquisa e um título de PhD, ela descobriu que jogos provocam emoções que nos deixam alegres e produtivos. Em frente ao videogame, somos otimistas, criativos, focados e resilientes. Temos energia para trabalhar duro e não temos medo de errar. Somos cooperativos e colaborativos, prontos para nos aliar com o próximo em qualquer desafio.

O planeta passa três bilhões de horas por semana jogando games. E se usássemos todo esse otimismo e energia para alcançar objetivos importantes para nossas vidas? 

Foi assim que surgiu o SuperBetter, jogo gratuito desenvolvido em conjunto com cientistas, psicólogos e médicos. O game auxilia a melhorar a resiliência, ou seja, a capacidade de resistir, lidar e reagir de modo positivo em situações adversas. O objetivo é apoiar aqueles que se recuperam de uma lesão, tentam superar uma doença ou querem atingir um objetivo de saúde como perder peso ou parar de fumar.

Para jogar, basta acessar o site ou baixar o aplicativo no smatphone. Diariamente, os jogadores completam pequenas missões na vida real como observar o mundo pela janela, sorrir para um estranho ou dizer obrigada. Cada aspecto do jogo é desenvolvido para aproveitar o poder das emoções positivas para que os jogadores vivam, se sintam e passem a agir melhor.

Parece brincadeira? Diversas pesquisas médicas mostram que emoções positivas (orgulho, admiração, entusiasmo, amor, alívio e divertimento) fortalecem o sistema imunológico, diminuem o risco de ataques cardíacos e derrames e fazem com que os neurônios se desenvolvam mais rápido.

Um dia, um desenvolvedor de games receberá o Prêmio Nobel

Esse é o objetivo de vida da Jane. Para ela, os game designers têm uma missão humanitária de melhorar a qualidade de vida da população mundial, criando jogos de forma a aproveitar a inteligência coletiva para solucionar problemas econômicos, ambientais e sociais.

Acha impossível? Veja como um jogo colaborativo levou voluntários a descobrir a chave para a cura da Aids
 

Tags:
SOLIDARIEDADE E COLABORAÇÃO
comments powered by Disqus